Classificação de moeda do Baixo Império Romano

Por: Ricardo Silva Santos

Neste material, irei mostrar como classificar uma moeda clássica, moeda do Baixo Império Romano, figura 01 ao lado.

Esta é a moeda que vamos classificar, a moeda em questão não é de minha coleção, é apenas uma imagem que encontrei na internet, sem descrição, sem classificação, apenas para servir de exemplo.

Essa está com uma leitura relativamente fácil das legendas. Mas as moedas que normalmente chegam as nossas mãos estão com um estado de conservação não tão bom na maioria das vezes, de todo modo vamos perceber no decorrer da classificação que as legendas são importantes, mas as imagens, gravuras, são tão importantes quanto.

Como classificar moedas
Figura 1: Moeda Romana
Como classificar moedas
Figura 2: Anverso e Reverso
Sei que a maioria já está familiarizado com esta notação de anverso e reverso, mas para deixar o trabalho mais completo, segue a identificação conforme figura 02 ao lado. Inicialmente, o que conseguimos identificar? O nome do imperador, que normalmente está descrito no anverso? Conseguimos ler a legenda do reverso? A figura do reverso está visivelmente fácil de descrever? Pode-se dizer “se consigo ler estas informações, já é está classificada” na verdade não, precisamos identificar a legenda completa o que nem sempre é possível na moeda, o significado desta legenda, a forma como o imperador está desenhado (busto nú? com coroa de louros? tiara?), identificamos a casa de cunhagem? É possível ler o exergo (base do reverso)? Temos muito a descobrir, então vamos partir nesta aventura.

Deixo aqui o site que usaremos como fonte de informação:

https://www.tesorillo.com/aes/

Neste site vamos clicar na opção “tipos de reversos” como na figura 03 a seguir:

Como classificar moedas
Figura 3: Tipos de reversos

Clicando nos será mostrada a lista abaixo, figura 04, vejam que não vamos classificar partindo do anverso e sim do reverso.

Como classificar moedas
Figura 4: Relação de possibilidades de reversos

Nada fácil de identificar o reverso de nossa moeda, até porque não aparece exatamente igual, mas muitas destas já se excluem facilmente, como aqueles que possuem animais, construções, grandes textos, ou aquelas que apresentam mais de uma pessoa na imagem. Ficando então menos opções para decidirmos.

Fazendo uma leitura da imagem do reverso de nossa moeda, temos uma única pessoa, e não nos prendamos apenas a ela, vejamos o que mais a moeda traz. A pessoa na imagem carrega objetos nas mãos, na mão direita, uma espécie de bandeira ou mais especificamente um estandarte ou lábaro, na mão esquerda não é fácil de decifrar, seria um globo? Uma esfera, uma coroa, um crânio? Vamos apenas dizer que é um objeto de pequeno porte, de formato arredondado, sobre a mão, o que mais temos que nos ajude? A figura humana não tem asas, o que vemos é uma espécie de túnica, que lhe cai sobre os ombros. Então qual dentre tantos melhores representa o reverso de nossa moeda? Descartando animais, construções e todos que citamos anteriormente, sobram realmente poucas opções, olhando quantos carregam estandartes, ficamos com a opção da figura 05 apresentada ao lado:

Como classificar moedas
Figura 5: Opção que mais se aproxima do reverso da moeda a classificar
Apenas essa opção possui um estandarte e uma pessoa, porém o lado do estandarte está invertido, correto? Bom, esta opção, um Imperador com estandarte, é uma dentre algumas que contam com um imperador com estandarte, clicando nela seremos levados a outras imagens que seguem este padrão, e quem sabe, se o caminho estiver correto, chegaremos a nossa moeda especificamente. Clica-se nesta opção e teremos a sequência apresentada na figura 06:
Como classificar moedas
Figura 6: Imperador com estandarte

Agora sim, qual destes apresenta o reverso da moeda em questão? Se acertamos em escolher o “Imperador com estandartes”, a nossas moedas deve ser uma dessas.

Todos possuem estandartes, vamos descartar aquelas em que aparecem dois estandartes, se está à direita da imagem (mão esquerda do imperador) também desconsideramos, o que mais descartamos? Aqueles com anjos, crucifixos, lanças e escudos. Quais nos sobram?

Vamos abrir uma ressalva aqui, vejam que não analisamos uma única letra, estamos chegando na moeda que temos a classificar sem analisar nada da legenda. Esta parte ainda será feita e é de suma importância, porém podemos descobrir muito apenas através das figuras.

Como classificar moedas
Figura 7: Reverso identificado
Se descartarmos tudo que foi comentado, só nos sobram um ou dois reversos, vamos lembrar daquele globo, ou esfera, lembrando dele e observando atentamente cada opção, chegaremos a única opção que carrega todos os traços da nossa moeda, vejamos então qual é esta opção? Veja a figura 07 logo ao lado:

De fato este, é o mais próximo da moeda que está sendo classificada, vejamos então o que aparece ao clicar nesta opção, onde somos redirecionados para outra página, figura 08 ao lado, deixo o link abaixo para facilitar o caminho até aqui:

https://www.tesorillo.com/aes/043/043.htm

Como classificar moedas
Figura 8: Descrição do reverso "Gloria Romanorvm"
Como classificar moedas
Figura 9: Reverso com texto "Gloria Romanorvm"

A imagem acima é a página aberta ao clicar em “Gloria Romanorvm” e este texto é o que deve aparecer no reverso da moeda, ainda na imagem acima podemos ver uma descrição deste reverso onde se lê: Imperador, virado à direita (rosto à direita), portando globo e lábaro (estandarte), já temos também uma faixa de tempo, 392 a 395 d.C e o tamanho da moeda AE2. Vejamos ao lado, na figura 09, que aparentemente esta informação é coerente com a moeda.

Assumindo que esta informação está correta, e lembrando que o correto é “ROMANORVM” com “V” e não “U”, como erroneamente coloquei na imagem, vamos então seguir com a classificação. Logo abaixo, na mesma página do site “tesorillo”, estão descritos os possíveis imperadores que usaram este reverso, conforme próxima imagem da figura 10 abaixo:
Como classificar moedas
Figura 10: Imperadores que usaram este reverso
Theodosivs I, Arcadivs e Honorivs. O reverso está praticamente classificado, temos, porém, dois itens ainda a verificar, logo abaixo da mão com globo, uma marca que é um * (asterisco ou estrela) ele também faz parte da nossa classificação, conforme vemos na mesma página citada acima, segue figura 11 abaixo.
Como classificar moedas
Figura 11: Casas de cunhagem

Aí está, este *, mesmo sendo algo que não aparece sempre e que poderia ter passado despercebido, já nos diz a casa de cunhagem, HER, sigla de Heraclea. Sobre a casa de cunhagem pode-se ler mais em:

https://www.tesorillo.com/aes/_cec/her/her1.htm

Segue-se a classificação e agora vamos analisar a legenda do anverso, como pode-se ver, apenas analisando algumas letras que estão claramente visíveis, como o “CADI” e o “V” no lado direito, já identifica-se o imperador Arcadius. Observemos a imagem 12 com a descrição da legenda e a figura 13 com o que é apresentado no site:

Como classificar moedas
Figura 12: Legenda do anverso: DN ARCADI VS PF AVG
Figura 13: Descrição das legendas do anverso

Fato curioso é que a escrita poderia ser dividida ou escrita sem espaços, para o imperador Arcadius, a escrita pode ser apresentada de duas formas como a figura 13 acima nos mostra: “DNARCADIVSPFAVG” ou “DNARCADI VSPFAVG”, esta segunda é o caso em questão.

Vamos então à informação final, o período de cunhagem é diferente apenas para o imperador Honorius, que inicia em 393 d.C, os demais, incluindo a moeda aqui classificada, foram fabricadas no período de 392 a 395 d.C como podemos ver na figura 14 abaixo.

Como classificar moedas
Figura 14: Datação da moeda

Com todas estas informações está concluída a classificação da moeda, faltando apenas reunir as informações obtidas.

Classificação final:
Tipo: AE2 (referência de catálogos internacionais, que indica o metal e o tamanho da moeda).
Anverso: Busto do imperador Arcadius virado à direita, diademado, drapejado e encouraçado.

Legenda:DNARCADI VSPFAVG Dominus Noster Arcadius Pius Felix Augustus

Reverso:Imperador de pé, cabeça à direita, segurando lábaro e globo, estrela ou asterisco do lado direito, marca da casa de cunhagem no exergo SMHA – Heraclea.

Legenda:GLORIA ROMANORVM Data de cunhagem 392 – 395 d.C.

Com a ajuda do site www.wildwinds.com podemos encontrar uma moeda classificada exatamente com a classificação descrita acima, onde a imagem (figura 15 abaixo) contém as mesmas características da moeda apresentada no início deste trabalho.

Figura 15: Moeda classificada encontrada em www.wildwinds.com
Bibliografia:

Sites pesquisados:
www.tesorillo.com
www.wildwinds.com

Autor: Ricardo Silva Santos, Matemático e Engenheiro Civil, colecionador de moedas e selos desde 2010.

Contato

Contact Us
Primeiro Nome
Sobrenome
E-mail
Assunto
Escreva sua mensagem
Rio de Janeiro - RJ

Brasil

+55 (21) 979216960

Hor. Seg. a Sex.: 18h ás 21h

Mídias:

© Copyright 2018 – CNERJ  Clube Numismático do Estado do Rio de Janeiro
Fechar Menu
×
×

Carrinho

WhatsApp chat